As festas de fim de ano já passaram, voltamos ao trabalho e todos sabemos como é difícil retomar o ritmo.

Já nas primeiras semanas de janeiro, achamos que não há tempo suficiente em um dia inteiro para concluirmos nossas tarefas. Como parte das resoluções de Ano Novo, também nos sentimos motivados a sermos mais produtivos. Mas vamos ser bem francos aqui: todos nós procrastinamos em algum momento, realizando trabalho desnecessário e basicamente nada produtivo. Apesar de estarmos plenamente cientes de que estamos desperdiçando um tempo precioso, costumamos ignorar aquela voz incômoda da razão.

Eis alguns dos desperdícios de tempo mais comuns no escritório:

5 principais focos de procrastinação:

  • mídias sociais;
  • assistir a vídeos;
  • fofocar;
  • pensar/falar sobre a próxima refeição;
  • não fazer absolutamente nada.

1. navegar pelas mídias sociais

Na atual era digital, não surpreende que o uso de mídias sociais representem provavelmente um dos maiores desperdícios de tempo no escritório.

As mídias sociais nos transformaram em criaturas viciadas em dopamina, que constantemente atualizam seus feeds no Twitter, Instagram ou no Facebook com a esperança de sentir aquela fugaz, porém agradável, sensação de aprovação. Quando recebemos uma notificação de que alguém gostou ou deixou um comentário positivo sobre nosso post mais recente, isso libera uma química de “ sensação positiva” no nosso cérebro que é responsável por aquele sentimento de satisfação que tanto desejamos.

É impossível deixar de lado completamente as mídias sociais, mas reduzir o tempo gasto com esse tipo de aplicativo é crucial para obter níveis superiores de produtividade. A menos que você trabalhe com marketing digital, navegar insanamente na internet provavelmente não te ajudará em nada no atingimento de suas metas.

Muitos smartphones possuem funções embutidas para limitar o tempo que gastamos nas mídias sociais e que enviam avisos se você estiver gastando muito tempo navegando em seus feeds. Como alternativa, é possível desativar suas notificações, pois esses pequenos zumbidos desviam sua atenção do trabalho que você sabe que precisa ser feito.

2. assistir a um vídeo

Todos nós queremos ser um dos primeiros a assistir à série mais recente da Netflix e a vídeos com animais fofinhos. Porém, isso poderá te levar a um “buraco negro” de vídeos intermináveis no YouTube e no TikTok... e, de repente, você perceberá que lá se foram 30 minutos desde que concluiu sua última tarefa.

Além de ser uma distração, assistir a vídeos no trabalho também é um enorme destruidor de produtividade. É impossível se concentrar no trabalho quando há um vídeo sendo executado no fundo. Algumas empresas também podem adotar medidas mais duras para lidar com funcionários que abusam do privilégio de poder usar a internet no local de trabalho.

Se você deseja assistir a um vídeo que seu amigo compartilhou, é melhor esperar até a hora do almoço ou guardá-lo para depois do expediente. Isso também ajudará a gerar uma expectativa maior e dará a você algo pelo qual esperar após um longo dia de trabalho.

3. fofocar

Se você não planeja acompanhar o Big Brother no trabalho, certifique-se também de não estar correndo atrás de fofocas do escritório.

Pode ser tentador falar das fofocas do escritório porque talvez isso faça você se sentir parte de um círculo mais restrito de pessoas com acesso a informações privilegiadas. No entanto, todos temos um papel a exercer para não criar um ambiente nocivo e tóxico marcado por fofocas. Talvez não seja possível evitar aquela conversa-fiada no cafezinho, mas você pode limitar suas conversas a tópicos que não cruzem as fronteiras do eticamente profissional. Em vez de comentar a aparência de alguém ou falar de sua própria vida amorosa, você pode falar mais sobre seus planos para o fim de semana ou sobre receitas e novos lugares legais para jantar, por exemplo. 

4. pensando no que comer

Se você for uma pessoa indecisa ou estiver cercada de pessoas igualmente hesitantes, deliberar sobre as opções para o almoço talvez seja simplesmente um dos maiores desperdícios de tempo no escritório.

Navegar por aplicativos de entrega de refeições por 10 minutos todos os dias desperdiça um bocado de tempo no longo prazo, ainda mais se você participar regularmente de sessões para trocar ideias sobre o que comer no almoço. Por isso, se você não quer que seu horário de almoço se prolongue porque não consegue tomar uma decisão, passe a responsabilidade para uma outra pessoa mais decidida.

5. não fazer absolutamente nada

É verdade: há momentos em que sentamos na frente dos nossos computadores e não fazemos absolutamente nada. Embora isso possa ser desdenhado como simples procrastinação ou um sintoma de cansaço, também pode ser um sinal de alerta indicando uma perda de interesse no emprego.

Se você prefere não fazer absolutamente nada e esperar até as 17h30 para sair do escritório e esvaziar sua lista de afazeres, então talvez tenha perdido a paixão e o entusiasmo que tinha quando iniciou a jornada na empresa. Talvez tenha chegado o momento de considerar um novo emprego, que possa te oferecer um novo objetivo e reacender sua paixão.

tempo é precioso, desperdice-o sabiamente”

Embora geralmente sejam consideradas inimigas da produtividade, às vezes distrações também podem ser algo bom. Nossos cérebros possuem uma capacidade limitada de se concentrar, e talvez não estejamos prestando atenção em tudo que está acontecendo à nossa volta o tempo todo. Fazer pausas pode ajudar você a se concentrar novamente e talvez ajude efetivamente a melhorar sua produtividade, permitindo que seu cérebro descanse um pouco.

Entretanto, se você acha que não está sendo produtivo no trabalho e que parece não conseguir encontrar o impulso e a paixão necessários para retomar suas atividades, talvez tenha chegado a hora de procurar um novo ambiente. 

Para mais dicas de carreira:

Para mais oportunidades: