as 5 tendências de aquisição de talentos mais importantes de 2021

A aquisição de talentos é uma função essencial do departamento de RH de qualquer empresa. Uma estratégia de aquisição de talentos verdadeiramente positiva pode ajudar a adquirir as pessoas e as habilidades necessárias para ter sucesso no presente e preparar sua empresa para o futuro.

Isso é particularmente importante se você estiver passando por um período de mudança, se precisa expandir seu conjunto de talentos para assumir novos projetos ou se estiver lidando com as repercussões de um grande evento como a pandemia do COVID-19.

Ao acompanhar as tendências mais recentes na aquisição de talentos, você pode garantir que está melhor posicionado para encontrar os melhores candidatos e acompanhar seus concorrentes em um mercado de trabalho disputado.

A seguir, apresentamos cinco dos principais temas que você deve conhecer em 2021:

1. IA e automação
A crescente importância da IA (Inteligência Artificial) ​​e conceitos relacionados, como a automação e o aprendizado de máquina, no RH e no mundo do trabalho, não é uma tendência nova, mas deverá se acelerar e assumir mais importância em 2021 e no futuro.

Do ponto de vista da aquisição de talentos, as tecnologias e soluções mais recentes podem ajudá-lo a otimizar suas atividades e aumentar seus níveis de eficiência. Por exemplo, ferramentas como a Pymetrics, que é apoiada pelo Randstad Innovation Fund, empregam métodos e soluções baseados em IA para realizar avaliações aprofundadas das capacidades do candidato e combiná-las com as funções mais adequadas.

A IA, a automação e o aprendizado de máquina, também podem abrir novas oportunidades para prever o desempenho futuro e se envolver com os candidatos durante todo o processo de recrutamento.

No que diz respeito ao futuro dos negócios, a IA está se tornando um aspecto cada vez mais significativo em como as empresas operam e como as pessoas fazem seu trabalho. Consequentemente, será mais importante focar em como você está transformando os recursos da IA, focando essencialmente suas estratégias de aquisição de talentos e qualificação.

De acordo com um estudo da PwC, os métodos mais comuns que as empresas estão usando para enfrentar o desafio do talento em IA são:

  • criação de um plano de força de trabalho que identifique novas habilidades e funções exigidas como resultado da IA ​​(59%);
  • implementação de iniciativas de aprimoramento de habilidades e aprendizagem contínua que incluem a IA (46%);
  • fornecimento de ferramentas e oportunidades para os funcionários aplicarem as habilidades de IA em seu trabalho diário (43%);
  • lançamento de programas de credenciamento para cientistas de dados e habilidades de IA mais avançadas (40%).

2. Diversidade e Inclusão
As empresas modernas têm muito a ganhar ao tornar a diversidade e inclusão (D&I), um componente central de suas atividades de recrutamento e aquisição de talentos.

Primeiramente, ampliar seu escopo para abranger a gama mais ampla e diversa de candidatos, pode ter um impacto significativo no desempenho dos negócios.

Uma série de relatórios publicados pela McKinsey nos últimos seis anos, mostrou a relação entre a diversidade nas equipes executivas e a probabilidade de fortalecimento do sucesso financeiro ao longo do tempo. Isso é respaldado por estudos do Boston Consulting Group, que mostraram como equipes de liderança diversificadas impulsionam a inovação.

Além disso, assumir um compromisso claro com a D&I, fortalecerá sua marca empregadora e aumentará seu apelo aos funcionários mais jovens que moldarão o futuro do trabalho. Mais de quatro em cada cinco candidatos da Geração Z, veem isso como um fator importante na escolha de um empregador, de acordo com uma pesquisa da Monster.

Existem diversas etapas que você pode realizar para tornar sua força de trabalho e seus processos de recrutamento mais diversificados. Por exemplo, você pode considerar:

  • adaptar e repensar as descrições de suas funções para torná-las mais inclusivas;
  • introduzir a triagem de currículo às cegas;
  • envolver-se com a liderança e obter suporte executivo para suas atividades de D&I.

Trabalhar com um parceiro de RH dedicado, é outra ação positiva que permitirá que você colete dados sobre o que os candidatos querem e realize uma análise detalhada  de seus métodos de aquisição de talentos e de como eles podem ser melhorados.

3. Saúde e bem-estar
A enorme escala e o impacto da pandemia do COVID-19, trouxe à tona para todos os empregadores, a importância de cuidarem de sua força de trabalho. Isso significa ir além de simplesmente oferecer uma remuneração justa, condições de trabalho seguras e pensar em como você pode fornecer ajuda e suporte significativos para seus funcionários.

Na pesquisa 2020 Global Human Capital Trends da Deloitte, 80% das organizações afirmam que o bem-estar do trabalhador será um fator importante para seu sucesso nos próximos 12 a 18 meses, mas apenas 12% dizem estar prontos para resolver essa questão.

A empresa destacou os benefícios de “redesenhar o trabalho em torno do bem-estar” e expandir seu foco “de programas adjacentes ao trabalho para projetar o bem-estar no próprio trabalho”. Também apontou exemplos como o da Microsoft no Japão, que testou políticas, incluindo limitar as reuniões a 30 minutos e até reduzir a semana de trabalho de cinco para quatro dias.

Colocar a saúde e o bem-estar no centro da sua estratégia de RH e da força de trabalho, impulsionará seus esforços de aquisição de talentos, por meio do desenvolvimento de uma marca empregadora mais forte e de um compromisso claro de cuidar de seus funcionários.

É importante pensar em medidas práticas que você pode introduzir para melhorar a saúde e o bem-estar da força de trabalho e ajudar o seu pessoal a cuidar de si mesmo. Isso pode incluir:

  • oferecer benefícios ou esquemas relacionados ao bem-estar, como descontos em inscrições em academias;
  • incentivar as pessoas em cargos predominantemente sedentários a fazer pausas regulares para se movimentar;
  • fornecer alimentos e lanches saudáveis ​​no local de trabalho;
    incentivar a caminhada ou ida de bicicleta ao trabalho.

4. Desenvolver a resiliência e a adaptabilidade
Outra lição valiosa que todas as empresas podem tirar do COVID-19 – bem como de outros períodos de adversidade econômica ou do setor – é a importância da resiliência. Você pode tornar sua organização mais resiliente ao priorizar a adaptabilidade, não apenas em termos de talento e capacidades em sua força de trabalho, mas em seus principais processos e fluxos de trabalho.

A Gartner destacou a transição do “design visando a eficiência” para o “design visando a resiliência”, como uma das mais importantes “tendências do futuro do trabalho”. Ela observou que as empresas podem se tornar mais responsivas e resilientes, fornecendo empregos “variados, adaptáveis e flexíveis” que permitem aos funcionários “adquirir conhecimento e formação multifuncionais”.

Ingrid Laman, vice-presidente de pesquisa e consultoria da Gartner, afirma: “Os líderes de diversidade precisarão estar envolvidos na concepção de funções e na criação de sistemas de trabalho flexíveis, para garantir que os funcionários de todas as origens e necessidades sejam considerados quando a organização projeta novos fluxos de trabalho.”

5. Flexibilidade e práticas remotas

O trabalho flexível e remoto está em alta há vários anos, mas os eventos de 2020 tornaram esses conceitos mais importantes e relevantes do que nunca.

Quase metade (48%) dos funcionários continuará a trabalhar remotamente ao menos parte do tempo após a pandemia, em comparação com 30% antes desse período, afirma a Gartner. Um estudo da PwC mostrou que 78% dos CEOs esperam que a mudança para a colaboração remota seja uma tendência duradoura.

Do ponto de vista da aquisição de talentos, demonstrar seu compromisso com o trabalho flexível e remoto pode ajudá-lo a atrair candidatos que buscam um nível de liberdade e controle sobre como trabalham.

Isso também fortalecerá sua marca empregadora no que diz respeito ao equilíbrio entre vida pessoal e profissional. De acordo com nossa última Pesquisa sobre Marca Empregadora, esta é uma das razões mais importantes para os candidatos escolherem uma empresa para trabalhar.

As etapas que você pode seguir para promover a flexibilidade e tornar o trabalho remoto uma opção viável para sua equipe incluem:

  • ganhar a adesão da administração, destacando os benefícios e apresentando o plano de negócios para o trabalho flexível e remoto;
  • buscar diferentes tipos de acordos de trabalho flexíveis que se adaptem aos seus funcionários (como semanas de trabalho compactas ou compartilhamento de trabalho);
  • fornecer a tecnologia, o software e o suporte técnico de que as pessoas precisam para fazer seu trabalho de maneira eficaz em casa;
  • garantir que os funcionários remotos ainda tenham oportunidades de se envolver com seus colegas, participar de sessões colaborativas e ter um tempo cara-a-cara com seus gerentes.

Conforme o recrutamento e o mundo do trabalho continuam a evoluir, e novos desafios e oportunidades surgem para o seu negócio, você precisará de uma forte estratégia de aquisição de talentos se quiser ter sucesso e prosperar. Fique de olho em nossas publicações para constante atualização sobre o tema!

você é candidato e quer saber sobre nossas vagas?

clique aqui

você busca soluções de RH?

clique aqui