Especialistas recomendam planejamento

Para quem busca vaga, é essencial cuidado com currículo: gerente de vendas é profissão de destaque 

Como prega o ditado popular, no Brasil o ano só começa depois do Carnaval. Por isso, a partir de agora é o período em que pessoas desempregadas e aquelas que querem mudar de área ou empresa começam a procurar oportunidades no mercado. Entre as profissões em alta neste ano estão gerente contábil, comprador e gerente de vendas, sendo que este último pode pagar até R$32,5 mil. Especialistas recomendam que os candidatos invistam no currículo e façam contatos.
Segundo levantamento da empresa de recrutamento Robert Half na área da engenharia, destaque é o cargo de comprador, que pode pagar entre R$ 5.100 e R$ 13,5 mil, dependendo do porte de empresa. Para quem procura vagas no segmento de finanças e contabilidades as oportunidades para gerente contábil ou fiscal ( com salários que podem chegar a R$ 26 mil) e analista contábil ou fiscal, que pode pagar até R$ 8.000 em firmas de pequeno ou médio porte e R$ 10 mil nas maiores, estão entre as principais opções. 
O gerente de RH generalista, cargo em alta na área de recursos humano, pode receber até R$ 26 mil mensais. Já para o setor de vendas e marketing, o gerente de vendas está em evidência. A remuneração fica entre R$ 15,1 mil e R$ 28 mil em empresas pequenas e médias, mas as grandes pagam até R$32,5 mil. 
“Os setores automotivo e de bens de capital são os que ditam a melhora econômica no Grande ABC. Os projetos que ficaram parados no período de instabilidade   começam a sair da gaveta e estimulam as contratações em toda a região, impactando não apenas esses dois mercados como toda a economia”, afirmou a diretora de recrutamento da empresa Maria Sartori. 

Dicas 
A especialista recomenda que o candidato comece a se planejar e coloque tudo no papel. A sugestão é listar os objetivos de curto, médio e longo prazos em uma coluna, anotar as habilidades necessárias para desenvolver cada meta em outra, e na última os recursos para fazer acontecer. “Finalmente, use a quarta coluna para definir uma data de conclusão prevista para cada meta”, explicou. 
De acordo com Leticia Krauskopf, gerente regional da Randstad  Professionals, que possui escritório em São Caetano, o profissional sempre deve ser transparente nas entrevistas e elaborar um bom currículo. Inclusive, há possibilidades de formular mais de um documento para vagas diferentes. 
“Seu currículo é o cartão de visita para o empregador, e é por lá que farão a primeira etapa do processo seletivo. Portanto, deixe-o sempre atualizado e não se esqueça de adicionar cada novo curso realizado”, aconselha. 
Na hora de elaborar o texto é preciso pensar de forma estratégica e não apenas colocar as informações. “Olhe para sua carreira e encontre aquilo que pode destacá-lo dos demais. O currículo não tem que ter tudo, deve conter apenas o suficiente para o chamar a atenção do recrutador e ele querer saber mais sobre você”, afirma Maria.
Letícia recomenda que os candidatos busquem informações sobre as  empresas da região e façam contatos profissionais. “ Tente saber mais sobre as empresas localizadas na região. Muita gente acaba não sabendo ou não se aplicando a vagas no Grande ABC por não saberem que algumas empresas estão ali. É importante ter ou fazer contatos com pessoas da região e empresa onde você tem interesse em atuar. Use o Linkedin para isso : adicione executivos das empresas desejadas”, diz.

Fonte: Diário do Grande ABC - Sto. André - 06/03/19 

 

< voltar à página anterior