Sua empresa está preocupada em garantir o talento, as habilidades e as capacidades certas para hoje ou para os próximos anos? Se sim, você não está sozinho. De acordo com o estudo global Talent Trends 2022 da Randstad, 84% dos líderes de RH e C-level afirmaram que suas organizações estão mais focadas na experiência dos talentos do que nunca. 

O problema para muitas empresas é que elas estão lidando com vários desafios relacionados à força de trabalho, incluindo o aumento da demanda por habilidades técnicas, uma escassez global de mão de obra qualificada, uma equipe envelhecida e um mercado altamente competitivo. A combinação desses desafios tornou difícil para os empregadores atrair e reter os talentos necessários para se manterem competitivos.

Uma das melhores maneiras de sua empresa superar esses desafios e preparar sua equipe para o futuro é um processo eficaz de planejamento com relação à equipe. Continue lendo para saber mais sobre o que é planejamento com relação à equipe e quais etapas sua empresa pode implementar hoje para começar.

document illustration

conheça nosso guia estratégico para executar um planejamento da força de trabalho de sucesso

baixe aqui o material

planejamento com relação à equipe

O planejamento com relação à equipe é o processo de avaliação dos conjuntos de habilidades atualmente disponíveis na empresa e das necessidades futuras projetadas para identificar possíveis lacunas de competências ou mudanças futuras na equipe. Também envolve o desenvolvimento e a implementação de planos de ação robustos, que são projetados para ajudar a preencher quaisquer lacunas de talentos e permitir que a empresa construa sua equipe atual e futura conforme deseja.

Ter um processo de planejamento de equipe ativo pode ajudar a preencher a lacuna de habilidades, permitindo que sua empresa identifique e resolva as necessidades futuras de talentos antes que elas se tornem urgentes. A realidade é que, sem um processo de planejamento adequado da equipe, pode ser muito desafiador para o empregador encontrar o colaborador necessário quando for preciso.

Outro benefício de ter um processo de planejamento com relação à equipe em vigor é que ele adiciona um nível de adaptabilidade e flexibilidade à equipe. O planejamento com relação à equipe também pode fornecer à sua empresa informações valiosas sobre os talentos atuais que já existem, para que ela possa se adaptar rapidamente a quaisquer mudanças, se necessário.

o processo de planejamento com relação à equipe

O planejamento com relação à equipe não é uma ação singular, é um processo contínuo, passo a passo, que deve funcionar em alinhamento direto com os objetivos e as metas gerais de sua empresa. É importante que a equipe de planejamento seja composta não apenas por membros do departamento de RH, mas também por líderes executivos e gerentes financeiros e operacionais.

Essa colaboração multifuncional permitirá que sua equipe de planejamento desenvolva uma visão precisa para a futura equipe da empresa e implemente planos de ação que gerem resultados.

Abaixo está uma visão mais detalhada do processo de planejamento com relação à equipe em cinco etapas.

1. crie um senso de urgência

Para que o planejamento com relação à equipe seja bem-sucedido deve haver um comprometimento sério e contínuo em todos os níveis da empresa. É vital que o departamento de RH, os líderes executivos e os gerentes operacionais entendam a urgência de planejar uma equipe para o futuro.

Muitas vezes, cabe ao departamento de RH criar esse senso de urgência, ajudando outros membros da equipe a entender os vários desafios de talentos enfrentados pela empresa, como o mercado de trabalho competitivo de hoje, a equipe envelhecida da empresa e uma crescente escassez de habilidades. Incutir isso é especialmente importante quando se trata da alta administração e será algo necessário para garantir um investimento em recursos e implementação dos planos de ação.

Também é importante garantir o compromisso de todos os membros da equipe de planejamento com relação à equipe antes de passar para a próxima etapa.

2. da estratégia aos recursos humanos

Uma vez que todos entendam a necessidade de planejamento com relação à equipe, você pode iniciar o processo de fusão da estratégia organizacional com os objetivos de recursos humanos. A equipe deve reservar um tempo para responder a perguntas como “Onde a empresa quer estar em dois ou três anos?” e “Em quais áreas a empresa está antecipando crescimento ou mudança?”.

Compreender a visão geral e os objetivos futuros da empresa é a base principal para o planejamento com relação à equipe. Por exemplo, se a empresa quiser aumentar o uso da automação nos próximos anos, haverá uma maior demanda por habilidades técnicas e uma possível redução no tamanho da equipe.

Ao criar objetivos de recursos humanos, é essencial considerar fatores quantitativos e qualitativos. Por exemplo, quantos gerentes mais serão necessários nos próximos anos (quantitativo), bem como quais habilidades específicas a empresa precisa agora e no futuro (qualitativo). Por meio desse processo, sua equipe obterá uma visão clara do time atual e futuro desejado pela empresa.

3. análise da equipe

A próxima fase do processo de planejamento com relação à equipe é realizar uma análise abrangente desta. Essa etapa exige que sua equipe determine exatamente quais habilidades já estão disponíveis na empresa, saiba distinguir quais dos talentos a empresa ainda precisará no futuro próximo e quais se tornarão obsoletos e identifique as capacidades que ainda são necessárias para o futuro do trabalho.

Ao longo desse estágio, é importante obter informações dos líderes da empresa sobre a direção desta, bem como dos gerentes que têm conhecimento direto dos tipos de habilidades necessárias para as operações do dia a dia.

A maneira mais fácil de conduzir essa análise de alto nível é classificar diferentes habilidades, capacidades e talentos em vários grupos. Para fins de planejamento com relação à equipe, há sete agrupamentos possíveis:

  1. figuras-chave: trabalhadores permanentes que a empresa precisa agora e no futuro
  2. potenciais inexplorados: funcionários permanentes que provavelmente serão necessários no futuro
  3. mudança de funções: equipes permanentes que podem precisar mudar para outras funções dentro da empresa
  4. equipe principal atual: trabalhadores permanentes que são essenciais agora, mas podem não ser no futuro
  5. funcionários temporários: trabalhadores de que a empresa não precisará mais no futuro
  6. competências mais procuradas: habilidades de que a empresa precisa agora e no futuro
  7. perspectivas: habilidades de que a empresa provavelmente precisará no futuro

4. a transição

Quando a análise da equipe estiver concluída, é hora de iniciar a fase de transição do processo. Essa é a etapa em que se determina quais intervenções de RH são mais eficazes e o processo de implementação começa.

É fundamental desenvolver intervenções de RH separadas para cada grupo de talentos listados acima. O desenvolvimento de planos de ação exclusivos para cada tipo de funcionário irá melhorar significativamente os resultados gerais. Por exemplo, os planos de mobilidade são ideais para trabalhadores cujas habilidades não serão mais necessárias dentro da empresa. Por outro lado, um plano de recrutamento robusto pode ajudar a garantir que sua empresa possa adquirir as perspectivas necessárias agora e no futuro.

Embora seja comum que a equipe de RH assuma a liderança em muitas partes do processo de planejamento com relação à equipe, os gerentes operacionais geralmente são responsáveis pela implementação das intervenções de Recursos Humanos. Normalmente, isso faz mais sentido, pois os gerentes têm acesso direto aos funcionários.

A comunicação é fundamental quando se trata de implementação. É vital que os gerentes operacionais não apenas comuniquem esses planos de ação à equipe, mas também incentivem seus funcionários a aproveitar essas oportunidades. O diálogo direto entre gerentes e funcionários pode ajudar os colaboradores a perceberem a importância de desenvolver suas habilidades e carreiras.

Mais importante ainda, quaisquer intervenções de RH devem ser justas e imparciais. Todos os funcionários de um grupo de talentos definido devem ter acesso às mesmas oportunidades.

5. incorporando o plano

Embora a etapa final seja incorporar o plano à estratégia geral da empresa, não é o fim do processo de gerenciamento da equipe. Em vez disso, o planejamento com relação à equipe é um processo circular que deve ser avaliado, reavaliado e ajustado de forma significativa para atender às necessidades de mudança da empresa. Esse processo contínuo ajudará a tornar o planejamento com relação à equipe uma função permanente dentro da estratégia organizacional.

É durante essa fase que a eficácia de vários planos de ação pode ser medida e avaliada. Com base nessas avaliações, sua empresa pode fazer alterações em estratégias específicas ou alterar a forma como são implementadas ao longo do processo.

Para uma visão mais detalhada de como o planejamento com relação à equipe pode preparar sua empresa para o futuro do trabalho, baixe nosso white paper abrangente, que detalha o processo.

document illustration

faça download do nosso guia estratégico para executar um planejamento da força de trabalho de sucesso

baixe aqui o material
sobre a autora
sandra ebbers
sandra ebbers

sandra ebbers

vice presidente global de conceitos de inhouse

Sandra é responsável pela implementação do conceito de inhouse em todo o mundo. Esse conceito de negócios agrega valor a grandes organizações, otimizando sua força de trabalho e orientando os trabalhadores temporários em uma maneira econômica de se trabalhar.