10 incentivos não monetários para recompensar a equipe

A pesquisa mais recente da Randstad sobre marca empregadora e o que as pessoas desejam de seus empregos mostrou que salários e benefícios atraentes continuam sendo o fator mais importante para 62% dos trabalhadores em 2021.

Contudo, isso foi seguido de perto por outros motivadores que estavam mais relacionados ao bem-estar pessoal e à felicidade:

  • equilíbrio entre vida pessoal e profissional (58%);
  • segurança no emprego (56%);
  • ambiente de trabalho agradável (55%);
  • possibilidade de crescimento na carreira (49%).

A Covid-19 e outros desafios recentes deixaram muitos países e organizações em uma situação financeira complicada. Como resultado, pode ser difícil para os gerentes de RH e donos de empresas atribuírem um aumento salarial ou fornecer algum bônus financeiro para a equipe que trabalhou arduamente e ajudou suas empresas a superarem esse momento desafiador.

Felizmente, existem vários incentivos não monetários que podem ser usados para motivar sua força de trabalho e reter seu pessoal mais valioso. Aqui estão 10 exemplos:

1. Arranjos de trabalho flexível 

O trabalho flexível e remoto tornou-se essencial para muitos empregadores durante a pandemia, uma vez que as restrições de distanciamento físico impossibilitaram os arranjos normais do local de trabalho. Espera-se que isso tenha consequências permanentes para o mundo do trabalho. 

Mais de três quartos (78%) dos CEOs entrevistados pela PwC disseram que a colaboração remota será uma mudança duradoura no mundo pós-pandemia, enquanto 61% disseram o mesmo sobre locais de trabalho de baixa densidade.

Oferecer às pessoas que se provaram confiáveis a opção de continuar trabalhando de forma flexível ou remota em uma base permanente pode ser uma forma eficaz de recompensá-las. Isso as ajudará a alcançar um melhor equilíbrio entre vida pessoal e profissional e a liberar tempo que, de outra forma, gastariam se deslocando para o trabalho.

O trabalho flexível pode abranger qualquer coisa, desde dar aos funcionários a liberdade de trabalhar em casa em um determinado número de dias por semana até permitir que as pessoas escolham suas próprias horas de trabalho em vez de um horário típico, como das 9h00 às 17h00.

2. Treinamento

Como nossa última Employer Brand Research mostrou, as oportunidades de crescimento na carreira são um fator importante para quase metade (49%) das pessoas ao escolher um empregador. 

Uma maneira eficaz de recompensar e reconhecer seus funcionários, é fornecer oportunidades de treinamento que os ajudem a aprender novas habilidades e progredir em suas carreiras.

Isso não precisa ser uma tarefa cara, especialmente se você tiver funcionários experientes em sua força de trabalho, com conhecimentos e capacidades que possam transmitir a seus colegas.

Além disso, fornecer treinamento para sua força de trabalho pode posicionar sua organização para o sucesso futuro, ajudando a cultivar talentos e a preencher lacunas de habilidades.

3. Reconhecimento direto para funcionários que se destacam de forma consistente

Às vezes, tudo o que os funcionários desejam é um pequeno gesto ou sinal de agradecimento de seu gestor, ou empregador, para que saibam que todo o seu trabalho árduo não passa despercebido. Pesquisas anteriores destacaram a conexão entre o reconhecimento da equipe e a retenção.

Reconhecer os esforços e as realizações das pessoas, é um incentivo não monetário que pode ser feito de uma forma simples como: enviar um e-mail (com os líderes de negócios copiados) parabenizando o funcionário por um trabalho bem-feito, ou mencionar sucessos individuais durante as reuniões mensais.

4. Dias de folga (além das férias anuais)

Nossa pesquisa mostrou que o equilíbrio entre vida pessoal e profissional é o segundo fator mais importante para as pessoas na avaliação de potenciais empregadores, depois de salários e benefícios. 

Funcionários com um bom equilíbrio entre vida pessoal e  profissional têm maior probabilidade de se sentirem felizes e engajados em seus empregos, o que é bom não apenas para o indivíduo, mas para a empresa a longo prazo.

Uma maneira de ajudar seu pessoal a alcançar um melhor equilíbrio entre a vida profissional e a pessoal é oferecer bônus ocasionais de dias de folga, possivelmente como recompensa por desempenho excelente ou por ir além dos requisitos de sua função.

5. Dias temáticos

Celebrar ocasiões e organizar eventos informais e divertidos no local de trabalho pode ser uma boa maneira de recompensar seus funcionários, elevar o moral e fortalecer os relacionamentos entre colegas. Isso contribuirá para um ambiente de trabalho positivo, que 55% dos entrevistados em nossa pesquisa citaram como uma consideração importante.

6. Recompensas baseadas em interesses pessoais

Oferecer recompensas com base em paixões e hobbies das pessoas fará com que seus funcionários se sintam valorizados e também mostrará que você se interessa por eles como indivíduos, não apenas como membros da força de trabalho.

Os exemplos podem incluir planos em academias locais, vouchers para restaurantes ou ingressos para o cinema.

7. Tempo fora dos compromissos normais de trabalho

A maioria dos funcionários estará acostumada a usar todo o seu tempo no trabalho para se concentrar nos requisitos essenciais de sua função. Liberar o tempo das pessoas para trabalharem em projetos pelos quais tenham paixão, mas que não estão estritamente relacionados ao seu negócio principal, é uma forma de recompensá-las por sua lealdade e aumentar sua satisfação no trabalho.

De acordo com uma pesquisa publicada na Harvard Business Review, ajudar os trabalhadores a encontrar e perseguir suas paixões é algo que diferencia as empresas consideradas as "melhores" para se trabalhar.

8. Prêmios mensais ou trimestrais

Eventos de premiação regulares e informais podem oferecer a oportunidade de mostrar e celebrar os esforços de funcionários que se destacam de forma consistente em suas funções.

Pode ser benéfico incluir prêmios indicados por pares, que irão contribuir para um senso de camaradagem na força de trabalho e recompensar os funcionários que mostram fortes habilidades de liderança e ajudam consistentemente seus colegas.

9. Oportunidades de voluntariado

Uma pesquisa recente no Reino Unido mostrou que 21% dos funcionários já estavam colocando suas habilidades profissionais em uma capacidade voluntária, enquanto 50% estariam interessados em se voluntariar usando sua experiência profissional.  

Como empregador, você pode ajudar as pessoas a alcançar essa ambição, dando-lhes o tempo e o apoio de que precisam para buscar oportunidades de voluntariado. 

Além de proporcionar uma pausa benéfica em seu trabalho regular, isso pode gerar atividades altruístas.

10. Experiência em outras funções

Ganhar experiência em diferentes funções, disciplinas e departamentos dentro de sua empresa pode fornecer uma série de benefícios para sua equipe, incluindo mais variedade em seu trabalho e uma perspectiva mais ampla de como a organização funciona. 

Isso também pode melhorar os esforços de desenvolvimento de habilidades de toda a empresa e aumentar a empregabilidade futura das pessoas.

Se a sua empresa tiver várias instalações, você pode dar aos funcionários a oportunidade de trabalhar em um local diferente por um tempo limitado, o que irá adicionar alguma variedade aos seus trabalhos e expô-los a novas experiências.

As recompensas são uma forma de mostrar apreço pelos esforços de seus funcionários e, embora o pagamento extra e os bônus financeiros sejam frequentemente citados como os maiores motivadores, geralmente são as recompensas intangíveis e não monetárias que têm o maior impacto no moral.

Independentemente dos benefícios que você pode oferecer aos funcionários, tente fazer da sua empresa um lugar onde o trabalho árduo seja reconhecido e incentivado regularmente.

você busca soluções de RH?

clique aqui

você é candidato e quer saber sobre nossas vagas?

clique aqui