No atual cenário corporativo em constante mudança, é importante que as empresas preparem os seus funcionários a fim de manter a competitividade e enfrentar os desafios do futuro. O aperfeiçoamento das habilidades e a requalificação podem ajudar os funcionários atuais a se adaptar a novas tecnologias ou a mercados de trabalho em mudança,  podendo aumentar a produtividade e a retenção de funcionários.

Para saber mais sobre como esses processos essenciais podem ajudar a sua empresa a ter sucesso faça o download do nosso guia de aperfeiçoamento de habilidades e requalificação

Download

Com a Quarta Revolução Industrial, o Fórum Econômico Mundial projeta que aproximadamente 1 bilhão de empregos serão provavelmente transformados pela tecnologia na próxima década. Ao mesmo tempo, as mudanças econômicas e demográficas estão pressionando ainda mais os trabalhadores a se adaptarem aos empregos do futuro.

Sendo assim, o que sua empresa pode fazer para se manter atualizada nessa era de rápidas transformações? Uma possível abordagem é focar no aperfeiçoamento de habilidades e na requalificação. Isto permite que você transforme as habilidades dos seus funcionários sem a necessidade de contratação, o que coloca você em uma posição melhor para enfrentar os desafios dos negócios de hoje.

O que é aperfeiçoamento de habilidades?

Melhorar as habilidades de cada trabalhador para complementar as novas facetas do seu trabalho atual é uma definição relativamente simples de aperfeiçoamento. Isto envolve treinar as pessoas ao mesmo tempo em que elas são mantidas nas mesmas funções. 

Embora esta definição pareça ser uma descrição simples, o aperfeiçoamento das habilidades deve ser adaptado às necessidades futuras da empresa e, de modo geral, exige tempo e orçamento adicionais. Para ter sucesso, um programa de aperfeiçoamento das habilidades deve considerar os seguintes pontos:

  • áreas de alta prioridade do negócio
  • identificação de lacunas de habilidades nas áreas acima
  • estabelecimento de metas mensuráveis para o programa
  • aprovação de orçamento
  • formas de capacitar e envolver os funcionários e garantir a cooperação da gerência

Tenha em mente que seu modelo de negócios deve apoiar as novas habilidades. Portanto, os gestores e os diretores devem ser capazes de prever onde o negócio estará em 5 anos e quais avanços exigirão o aperfeiçoamento das habilidades, que, quando feito corretamente, proporciona várias vantagens, tanto para o empregador quanto para o funcionário.

Benefícios do aperfeiçoamento das habilidades para o funcionário

Benefícios do aperfeiçoamento das habilidades para o empregador

Man and woman having a conversation
Man and woman having a conversation

O que é requalificação?

Ensinar uma nova habilidade a um funcionário atual cujo emprego se tornou obsoleto é um excelente exemplo de requalificação. À medida que a tecnologia e os cenários digitais se transformam, alguns trabalhos tornam-se menos relevantes enquanto outros tornam-se essenciais repentinamente. Por exemplo, de acordo com as tendências do setor trabalhista dos Estados Unidos monitoradas pelo Fórum Econômico Mundial, a demanda por funcionários nas funções listadas a seguir diminuiu durante a última década: 

  • operadores de computador
  • assistentes de administração
  • arquivistas
  • assistentes de inserção de dados
  • atendentes telefônicos
  • agentes de telemarketing

Por outro lado, as tecnologias que observarão o mais alto nível de adesão comercial, bem como a necessidade de trabalhadores qualificados até 2025, incluem:

  • computação em nuvem
  • análise de big data
  • internet das coisas e dispositivos conectados
  • criptografia e segurança cibernética
  • inteligência artificial

A contratação de pessoas suficientemente qualificadas e capazes de trabalhar em áreas que vêm se destacando nos últimos anos será um desafio para algumas empresas em razão da escassez de talentos e das lacunas nas habilidades necessárias.

Uma maneira de contornar isso é implementar uma política de requalificação. Se você tem funcionários talentosos que trabalham para você, mas a sua área de especialização está se tornando menos relevante, você não precisa esperar até que eles se tornem obsoletos, deixar que vão embora e contratar um novo funcionário. Em vez disso, você pode requalificar os funcionários existentes e alocar os seus talentos para que tenham utilidade em outra área.

Por exemplo, se você tiver funcionários de TI que trabalham com sistemas de legado, que em breve serão eliminados, a requalificação desses funcionários para se especializarem em áreas como, por exemplo, a computação em nuvem e segurança cibernética irá preparar sua empresa para o futuro, ao mesmo tempo em que ajudará os seus funcionários no seu crescimento e desenvolvimento pessoal.

Uma política sólida de requalificação também garante que um funcionário com boa ética de trabalho ou habilidades interpessoais incríveis continue na empresa. A responsabilidade de identificar possíveis candidatos à requalificação para proporcionar o melhor resultado para sua empresa faz parte do trabalho de cooperação do RH e da gerência.

Requalificação do ponto de vista do funcionário

  • Há menos estresse mental quando os trabalhadores não têm medo de serem demitidos por não se sentirem úteis
  • O trabalho proporciona um novo compromisso e menos tédio, o que é especialmente relevante para os funcionários a longo prazo
  • A oferta de novas oportunidades na empresa traz mais confiança e, às vezes, maior remuneração

Requalificação do ponto de vista do empregador

Aperfeiçoamento de habilidades vs. requalificação

Se você revisar as definições de aperfeiçoamento das habilidades e requalificação acima, você notará que a diferença entre os dois termos está na obsolescência ou na transformação do trabalho. Portanto, um funcionário que precisa atualizar suas habilidades digitais para usar mais efetivamente o software em seu trabalho cotidiano, é diferente de um funcionário que está aprendendo um trabalho completamente novo, bem como as habilidades para realizá-lo.

Dessa forma, na maioria dos casos, é benéfico para a liderança criar caminhos separados para o crescimento dos funcionários. Entretanto, há momentos em que o desenvolvimento de habilidades se sobrepõe. Considere os seguintes cenários:

  • A empresa A fará uma transição da gestão de documentos para um formato totalmente digital. Como resultado, todos os funcionários precisarão aperfeiçoar as suas habilidades para aprender a usar o sistema
  • A empresa B acrescentará um novo departamento às suas instalações de produção. Diversos funcionários de longo prazo serão transferidos para o novo departamento  e serão requalificados para o novo produto e equipamentos relacionados.
  • A empresa C abrirá uma nova instalação em outra área. Ao aperfeiçoar as habilidades dos funcionários em modalidade virtual para fazer a interface, a realocação e requalificação dos funcionários com potencial gerencial, a empresa poderá iniciar o projeto com uma equipe-base de trabalhadores confiáveis.

Os programas de desenvolvimento de aperfeiçoamento de habilidades e requalificação oferecem aos empregadores formas de proteger sua força de trabalho para as próximas décadas. Descubra como investir em seu talento com nosso mini guia.

Programas de sucesso: exemplos de aperfeiçoamento de habilidades e requalificação

Você encontrará muitos exemplos no mundo real de empresas que estão incorporando os fenômenos de aperfeiçoamento de habilidades e requalificação. Embora cada modelo de negócios seja diferente, todos eles têm alguns pontos em comum.

  • Os funcionários devem receber as ferramentas adequadas para ter sucesso na nova missão, quer se trate de um aperfeiçoamento das habilidades ou de uma requalificação. Não se deve colocar todo o fardo sobre o funcionário. O sucesso deverá ser compartilhado.
  • Deve haver uma comunicação aberta entre a diretoria e os funcionários para ajudar a evitar a ansiedade e a perda de controle que os trabalhadores muitas vezes sentem quando são forçados a mudar.
  • No final das contas, para que o treinamento de aperfeiçoamento das habilidades ou de requalificação seja bem-sucedido, os funcionários devem se sentir confiantes no desempenho de suas novas funções e não sentir que todo o processo trouxe mais trabalho.

Grupo Volkswagen

A empresa alemã participou de uma pesquisa que durou 18 meses para determinar como as próximas transformações na indústria automobilística irão afetar o índice de emprego. Embora se estime que o movimento em direção à mobilidade elétrica até 2030 reduza o índice de emprego em determinados setores, a empresa espera que outras áreas de produção cresçam.

A Volkswagen está dedicando recursos ao aperfeiçoamento de habilidades e requalificação de funcionários para reduzir a perda de empregos e criar um método de produção econômico para novas tecnologias. Uma dessas áreas é a fabricação de células de bateria, que podem substituir alguns elementos de produção antigos, proporcionando novas oportunidades (requalificação) para os trabalhadores em pesquisa e desenvolvimento e montagem. Além disso, o aperfeiçoamento digital será necessário à medida que a empresa avança para um processo de armazenamento focado no computador.

BP PLC

Quando a BP iniciou uma transformação em toda a empresa atacadista, rumo à energia integrada e ao desenvolvimento de novas soluções energéticas, percebeu que a transformação digital também era necessária, o que gerou uma grande demanda de trabalhadores com habilidades aperfeiçoadas e requalificados em vários setores. Por exemplo, em vez de contratar novos engenheiros de software, os funcionários atuais foram treinados em armazenamento de dados baseado em nuvem para obter a certificação do AWS.

Felizmente, a liderança da empresa estava preparada para apoiar o esforço e conseguiu assegurar que os processos e fundos estivessem ativos para manter os funcionários engajados durante o treinamento. 

Nestlé

Uma das maneiras pelas quais a Nestlé mantém seu lugar como uma empresa da Fortune Global 500 é com o seu grande respeito e apoio aos funcionários. A empresa oferece treinamento e mentoria para os funcionários por meio de cursos internos e externos e, como resultado da COVID-19, o catálogo de treinamento foi digitalizado para que pudesse ser acessado virtualmente.

A Nestlé tem parcerias com várias organizações para ajudar a garantir que as necessidades dos jovens trabalhadores e daqueles em risco de desemprego sejam atendidas, e que o talento possa ser realizado em todo o seu potencial.

  • Reskilling 4 Employment é um grupo de reflexão composto por CEOs de diversas seções das empresas tecnológicas e indústrias da Europa e tem como o objetivo promover a requalificação e o aperfeiçoamento de habilidades para atender à demanda dos empregadores de hoje
  • O programa Nestlé Needs YOUth ajuda os jovens por meio de treinamento, aprendizagem, estágios e acesso ao conhecimento

Além disso, a empresa que pensa no futuro está lançando o treinamento de RV, garantindo que habilidades valiosas de segurança e elaboração de cenários sejam acessíveis a todos os seus funcionários, independentemente da localização ou alfabetização.

AXA

A AXA, uma seguradora líder e grupo de gestão de ativos, defende a responsabilidade ambiental e, para promover essa missão, solicitou o apoio total dos funcionários. O desafio da AXA é melhorar a compreensão, a promoção e a vivência de um estilo de vida consciente do clima. A Academia do Clima da empresa treina os funcionários na tomada de decisões de investimento que impactam positivamente os princípios ambientais, sociais e de governança.

Após receber o treinamento, os funcionários da AXA transmitem seus conhecimentos aos clientes, o que solidifica ainda mais o objetivo da empresa de investir responsavelmente para o futuro. Além disso, por meio da conscientização climática por parte dos funcionários, a empresa assegura o sucesso contínuo do seu objetivo de expandir os investimentos ecologicamente sustentáveis.

Grupo Campari

A empresa de bebida italiana, Campari, oferece aos funcionários diversos caminhos para o aperfeiçoamento de habilidades e requalificação. As suas academias oferecem treinamentos voltados para funções específicas dentro da empresa ou podem requalificar um funcionário atual para uma nova função. Além disso, o Centro de Desenvolvimento do Grupo Campari é um programa de treinamento de requalificação em que os funcionários podem aprender responsabilidades de liderança e administração.

As empresas de hoje devem estar preparadas para desafios imprevistos, pois o mundo parece estar mudando mais rápido do que nunca. Preservar os nossos funcionários por meio de aperfeiçoamento de habilidades e requalificação pode ser parte da solução para a escassez mundial de mão de obra e de habilidades. Como mostram os exemplos acima, trabalhar o que temos e transformá-lo em algo melhor é algo que ainda faz sentido hoje.

sobre a autora
monica souza
monica souza

mônica souza

randstad operational director

Mônica é diretora da Randstad Operational, divisão que atua no recrutamento e seleção de vagas permanentes e temporárias para posições administrativas, técnicas e operacionais. Em seus mais de 15 anos de carreira, tem passagens por corporações como RH Internacional e Itaú Unibanco, atuando no desenvolvimento de negócios e na liderança de equipes para a implementação de projetos estratégicos com foco em soluções de recursos humanos.

mantenha-se atualizado nas últimas notícias, tendências e relatórios sobre recrutamento e mercado de trabalho.

cadastre-se